22dez

Perigos Físicos, Químicos e Biológicos nos Alimentos – Segurança de Alimentos

A segurança de alimentos é definida pela implementação de medidas que permitam o controle da entrada de qualquer agente que promova risco à saúde ou integridade física do cliente. Esses agentes podem ser físicos, químicos ou biológicos.

Os agentes físicos podem ser apontados como pregos, lâminas, pedras, entre outros. E temos como exemplo: A quebra do cortador de legumes que pode provocar o aparecimento de um pequeno pedaço da lâmina no prato do cliente, correndo o risco de ser ingerida.

Materiais de limpeza armazenados ao lado de alimentos, caracteriza um exemplo de possível contaminação química.

Locais em que não existe a preocupação com a organização são propícios a esse tipo de perigo.

E, por último, os microorganismos definidos como agentes biológicos. Alimentos mantidos em temperatura inadequada, reutilização de sobras e manipuladores que não higienizam as mãos frequentemente, são alguns motivos de proliferação de microorganismos nos alimentos, que causam a transmissão de doenças aos consumidores.

Reconheceu algum desses exemplos ou práticas no seu estabelecimento?

Manter a organização, higiene e capacitar os funcionários, dentre outras medidas, são algumas formas de preservar a segurança dos alimentos servidos e zelar pela saúde dos seus clientes.

Deixe seu comentário